terça-feira, 29 de maio de 2012

Perros: cães da América do Sul

Tive a oportunidade de de fazer o release e texto de exposição da Thais Brandão - o amorzinho desse blogueiro, pra quem não sabe. Fica o convite a todos! Pinta lá:



Relise

“Perros: cães da América do Sul” traz fotografias de um continente ocupado pelos cães

Thais Brandão retratou a relação entre animais e seu espaço em quatro países

Uma exposição fotográfica que apresenta imagens de cães clicados em diferentes situações e países da América do Sul será exibida em Porto Alegre. “Perros: cães da América do Sul” é a primeira mostra da fotógrafa gaúcha Thais Brandão, e poderá ser conferida pelos amantes de fotografia (e de cachorros) entre 05 de junho e 05 de julho no espaço Pinacoteca Café (Rua da República, 409).

As 13 imagens que compõem a exposição são resultado de uma longa viagem de Thais Brandão pelo continente sul-americano empreendida em 2010. Foram sete meses como mochileira, tendo como objetivo conhecer melhor seu espaço e sua gente. Bióloga de formação, a presença constante e quase óbvia de cães em países como Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia não deixava de chamar sua atenção - a espécie animal não é nativa destas terras, embora assim já parecesse. A seleção de fotos expõe a naturalidade generalizada com que se encara a presença do cão e as diferentes relações entre o animal, o homem e o espaço na atualidade.

Serviço:
Exposição fotográfica Perros: Cães da América do Sul, de Thais Brandão
De 05 de junho a 05 de julho de 2012, diariamente a partir das 18h
Pincoteca Café (Rua da República, 409 – Cidade Baixa, Porto Alegre, RS)

Informações e contato de Thais Brandão: http://thaisbrandao.photoshelter.com/

Texto da Exposição

Perros: cães da América do Sul

Exposição de fotografias de Thais Brandão

A temporada já havia ido embora do litoral uruguaio e levado consigo os turistas. Os homens tentavam a pesca no mar, as mulheres se ocupavam dos afazeres domésticos e as crianças concentravam a atenção no quadro negro da escola municipal. Nas ensolaradas ruas, cães desfrutavam de vagabunda vida sob o céu azul correndo, virando latas, fuçando, brigando. A cena fazia a fotógrafa – bióloga de formação – se perguntar se não era um sutil e mágico mecanismo de dominação daqueles animais que fazia com que humanos tivessem uma rotina tão rigorosa para que seus cães pudessem gozar tamanha alegria e liberdade.

A viagem de Thais havia recém começado – mais sete meses e alguns milhares de quilômetros a aguardavam para atravessar Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia. Depois de tamanho percurso mochileiro, ela começa a organizar uma seleção de fotos que pudesse representar a jornada. Lá estavam novamente os cães, roubando a cena nas mais representativas imagens. Terá sido o suposto mecanismo de dominação canino a operar mágica e sutilmente outra vez? Teorias conspiratórias à parte, é inegável que a espécie conseguiu se propagar com grande êxito por todo o continente. E são alguns exemplos dessa ocupação que você poderá encontrar nessas imagens.

Um comentário:

  1. Que ótima notícia a exposição da Thaís. Mande os parabéns pra ela!!

    ResponderExcluir